Monday, November 30, 2009

o grito.

respiração curta, calor, desconforto. as imagens passam rápido, os sons ficam desagradáveis e tudo me incomoda.
vejo tudo muito rápido, falo rápido, não refreio o pior de mim.
ouço tudo em gritos. as músicas gritam, os amores gritam, o chuveiro pingando grita.
eu grito.

afundo as unhas na pele, isolo meu ambiente, mordo o lábio inferior até quase sangrar.
as imagens passam rápido: celular sendo estraçalhado contra a parede, faca sendo cravada na carne, lápis quebrado e lágrimas.
eu grito.

3 comments:

Anonymous said...

Um comentário:
Eu consigo sentir o que vc sente quando eu leio o que vc escreve...

PS. Por favor naum pare de escrever nunca...

Tony Tiger said...

vai passar.

A.Aurea said...

poxa, muito obrigada.
...
agora eu quase tenho o ego de uma escritora de verdade.